Saturday

Entra na sala de ar triunfante e com um sorriso incessante vai falando aos seus amigos que lhe retribuem abraços, palmadas gentis e outras saudações. Caminha na minha direção para satisfação da minha curiosidade e diz:
-“have baby last night!” e lança os braços ao ar vitoriosamente.
-“Congratulations! Well done!”, respondo eu e pergunto “Boy or girl?”
-“Girl!”, responde ele com um aceno impetuoso da cabeça para a frente como se me estivesse a atirar a palavra para ter ainda mais impacto. Sorrio e dou-lhe duas palmadas amigáveis no ombro. Segue feliz para colher as congratulações do amigo que se segue. Irá celebrar noite dentro.
Na manhã seguinte após o pequeno almoço, sento-me ao computador numa das mesas recatadas do canto do lounge e começo a trabalhar. Pouco depois, uma mão pousa-me no braço e diz: “Come see my baby!”. Explico-lhe a urgência daquilo que tenho para fazer? Não… não iria perceber. Levanto-me e sigo-o contente pelo convite mas incomodado por não levar qualquer presente. Uma breve caminhada leva-nos a sua casa, igual às demais: feita de argila, uma porta que não tranca e duas janelas que não fecham. Contornamos a casa e abeiramo-nos no curral. Ele aponta para a cabra e diz: “Baby!”. E ali está… cambaleante entre as pernas da mãe, uma cabrita com um cordão umbilical ressequido ainda pendurado.
Sorri para mim com um sorriso mais branco que um congressista americano.
Obviamente que lhe dou os parabéns como se fosse o pai da criatura e tento inteirar-me desta realidade.
Saturday é um homem feliz. Não é caso para menos, pois acabou de duplicar o seu património. Não tem dívidas, não tem sonhos, não tem amanhãs. Saturday é um homem genuinamente feliz.
Assim se chama por ter nascido num Sábado. Mas não interessa. É irrelevante, pois aqui os verdadeiros nomes pelos quais se responde ganham-se com o tempo, consoante as virtudes ou defeitos de cada um. Os seus amigos tratam-no por Benadi, ou “o forte”.
Não sei se ficarei aqui tempo suficiente para ganhar o meu. Se tiver que ser, ao menos que seja um honrado. Por enquanto sou apenas “mzungu”.

Leave a comment

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google photo

You are commenting using your Google account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s

Create your website with WordPress.com
Get started
%d bloggers like this: